sábado, 11 de abril de 2015

HOMILIA PARA O DIA 12 DE ABRIL DE 2015

FELIZ É AQUELE QUE PARTICIPA...
video

Os recursos tecnológicos disponíveis em larga escala na atualidade, as redes sociais, o acesso a muitos e diversificados meios de comunicação, transforma com facilidade pequenos fatos em grande noticias e muitas vezes situações sem importância ganham proporções que nem se poderia imaginar. Nisto se reconhece o poder da comunicação. Há que se reconhecer que as tecnologias são um avanço e normalmente trazem muitos benefícios para todos. Mas é verdade também que o mau uso das redes sociais pode fazer grandes estragos.
Basta ver algumas postagens nas redes sociais  que em  questões de horas são compartilhadas e visualizadas por milhares de pessoas, situação praticamente impensável  até bem pouco tempo. Imaginem-se  os discípulos de Jesus anunciando sua ressurreição com os recursos da internet. O fato, certamente teria tomado dimensões muito maiores e o cristianismo se expandido pelo mundo com uma velocidade impressionante.
Mas neste caso faltaria um ingrediente que a Palavra de Deus proclamada neste segundo domingo mostra com muita clareza. Trata-se do contato pessoal e do envolvimento pessoal com a causa e a própria notícia. No evangelho os discípulos contaram com toda a vibração possível: 'Vimos o Senhor!' Porém, Tomé, que não estava envolvido com o fato foi incrédulo: “Se eu não vir a marca dos pregos em suas mãos,
se eu não puser o dedo nas marcas dos pregos e não puser a mão no seu lado, não acreditarei”.
A mesma situação aparece na carta de João, que é a segunda leitura do domingo: “Podemos saber que amamos os filhos de Deus, quando amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos”. E  o grande mandamento  não é outro senão estar próximo daquele que se ama.
Quem está próximo da pessoa amada torna-se um com ela, como narra os Atos dos Apóstolos: “A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma. Ninguém considerava como próprias as coisas que possuía, mas tudo entre eles era posto em comum”.
Diante destas narrativas que outra atitude pode ter o cristão do terceiro milênio senão  seguir o testemunho das primeiras comunidades cristãs, isto é, reunir-se , escutar a Palavra, rezar uns com os outros, participar da ceia, cultivar a perseverança e a confiança de modo que coragem vença o medo e todos possam proclamar o anuncio feito por Jesus: “A paz esteja com Vocês”. E repletos do Espírito Santo de Deus prolongar nestes tempos e com todas as forças que o Senhor Ressuscitado está vivo e presente  no mundo e que por isso mesmo a vida pede que se faça crescer o dinamismo das relações de compreensão e de doação de Deus com  as pessoas e entre si tendo em vista um mundo sempre melhor. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário